Plataforma de Apoio aos Refugiados
2-unicef-mk-2015-tomislav-georgiev-1024x681.jpg

A PAR é uma plataforma de organizações da sociedade civil portuguesa, para apoio aos refugiados, na presente crise humanitária.

Está em curso a maior crise de refugiados / migrantes desde a IIº Guerra, situação de uma enorme complexidade, para a qual não existe uma resposta simples, nem uma solução isenta de riscos/efeitos perversos.
Há a noção da urgência da ação humanitária, que pede uma resposta imediata de acolhimento, sem ignorar as intervenções com impacto a médio-longo prazo, como a estabilização política, económica e social das zonas de crise.

Missão

A PAR SURGE COMO PLATAFORMA DE ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL PORQUE:

Está em curso a maior crise de refugiados / migrantes desde a IIº Guerra, situação de uma enorme complexidade, para a qual não existe uma resposta simples, nem uma solução isenta de riscos/efeitos perversos.
Há a noção da urgência da ação humanitária, que pede uma resposta imediata de acolhimento, sem ignorar as intervenções com impacto a médio-longo prazo, como a estabilização política, económica e social das zonas de crise.
Coloca-se o desafio de uma resposta europeia solidária e eficaz que evite os egoísmos nacionais, que não aumente a xenofobia e que seja útil.
Portugal está – por enquanto – afastado do centro do problema, podendo ter a tentação de o “ignorar“. Deve ser, no entanto, solidário com os restantes países europeus na gestão desta crise humanitária.
Existem instituições da sociedade civil com vontade, disponibilidade e experiência no acolhimento de refugiados / migrantes que, através de um modelo colaborativo e articulado, poderiam dar um contributo para este desafio, em complementaridade com a ação do Estado.
ASSIM, PERANTE ESTE CONTEXTO, AS ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL REUNIDAS NESTA PLATAFORMA ASSUMEM COMO SUA MISSÃO PROMOVER UMA CULTURA DE ACOLHIMENTO DE APOIO AOS REFUGIADOS, QUER NA SOCIEDADE PORTUGUESA, QUER NOS PAÍSES DE ORIGEM E DE TRÂNSITO.

Iniciativas
A PAR IRÁ IDENTIFICAR AS NECESSIDADES QUE POSSAM SURGIR PARA O CUMPRIMENTO DA SUA MISSÃO. DESDE JÁ, SELECCIONOU DOIS EIXOS DE AÇÃO:

PROJETO PAR FAMÍLIAS

Criação de um projeto de acolhimento e integração de crianças refugiadas e suas famílias em Portugal, em contexto comunitário, com o envolvimento de instituições locais (Autarquias, IPSS, Associações, Inst. Religiosas, Escolas,…) que assumam essa responsabilidade face a uma família concreta.